Azenha do Tio Luís

Imagine…

…o som tranquilizador das águas no rio, as rodas da azenha no seu choro molengão, a paz verde da natureza envolvente, uma casa onde se respira a história local dos moleiros minhotos.
A passagem da água faz mover os rodízios de madeira que estão ligados no interior da casa às mós em pedra. Esta estrutura pode ser vista pelo chão transparente da sala de jantar.

Mas entremos, para conhecer a casa…

O empedrado original do caminho de acesso leva-nos à entrada. As salas foram mantidas com o mesmo encanto do granito, e objectos e móveis originais misturam-se com mobiliário e conforto modernos. A sala, ponto central da casa, junta o estar com lareira, a mesa de jantar comum, a cozinha aberta.

Vamos espreitar pelas janelas…

Lá fora, o rio Coura salta o dique numa queda de água salpicante, e empurrado para as rodas da azenha, fá-las mover lentamente.

E os quartos…

Para já são quatro. Todos duplos. Dois deles partilhando a mesma casa de banho, para famílias ou grupo de amigos, os outros dois com banho privativo. E brevemente teremos mais.

Quartos